A importância do CBD e dos resultados de pesquisas científicas

A importância do CBD e dos resultados de pesquisas científicas
A comunidade médica e científica fez avanços fascinantes na compreensão dos efeitos benéficos do canabidiol no corpo. Isso levou à confirmação dos vários usos, e pesquisas mais aprofundadas foram feitas sobre como prescrever o CBD na maioria das fórmulas e doses para pessoas que estão lutando com uma ampla gama de doenças que foram malsucedidas ou ineficazes outros remédios foram aliviados. Atualmente, o CBD está sendo estudado como uma possível solução para quem deseja parar de fumar ou abstinência de nicotina. O University College London publicou estudos-piloto em 2013, mostrando que os fumantes que usam um inalador de CBD experimentaram menos desejos e cerca de 40% menos cigarros.

Propriedades anticâncer do CBD

Segundo o British Journal of Clinical Pharmacology, o CBD determinou que o CBD consiste em propriedades específicas contra o câncer, capazes de bloquear o câncer. Por ter baixa toxicidade em comparação com outras terapias contra o câncer disponíveis, os pesquisadores estão procurando mais pesquisas sobre como o CBD pode ser integrado às opções de terapia médica para pacientes com câncer. Outro estudo sobre CBD do California Pacific Medical Center confirma o potencial anticâncer do CBD. Consequentemente, o CBD interrompe o gene que causa o câncer de próstata.

Anti acne

Devido às propriedades anti-inflamatórias do CBD, atualmente estão sendo realizados estudos sobre o uso do CBD na cura da acne. Um grupo de pesquisadores da Europa e do Japão publicou uma pesquisa no Journal of Clinical Research que mostra que o CBD reduz a produção de sebo no corpo humano e, portanto, também reduz a acne. Os pesquisadores concluíram que o CBD consiste em efeitos antiproliferativos e anti-inflamatórios. O CBD tornou-se uma terapêutica promissora para o tratamento da acne vulgar.

Diabetes tipo 1

O diabetes tipo 1 é outra condição de saúde para a qual o CBD pode ser útil. No estado diabético, as células do pâncreas foram atacadas pelo sistema imunológico do corpo, o que levou à inflamação. Pesquisas recentes mostraram que o CBD desempenha um papel importante na manutenção dos níveis de açúcar no sangue. Também é sabido que o esquizofrenia CBD tem efeitos adversos e pode ser útil para pessoas com esquizofrenia. Foram feitas pesquisas sobre o canabidiol para avaliar seu forte potencial antipsicótico. Os pesquisadores concluíram que a terapia era segura e contribuiu para um progresso clínico significativo. Além disso, a terapia com canabidiol foi associada a um aumento significativo dos níveis séricos de anandamida, que se correlacionaram significativamente com uma atualização clínica. Os resultados sugerem que a inibição de ambas as desativações pode aumentar os efeitos colaterais do canabidiol e pode ser um mecanismo completamente novo no tratamento da esquizofrenia